× HOME UNIDADES SOBRE BLOG CONTATO
WhatsApp PRIME: (31) 98224.7000 WhatsApp RAJA: (31) 98224.7000 WhatsApp STO AGOSTINHO: (31) 99595.1914

A realidade dos jovens no mercado de trabalho: desafios e inserção

A realidade dos jovens no mercado de trabalho: desafios e inserção

AUTOR

flavio

DATA

23/07/2021

COMENTÁRIO

  • (0)
  • Comentário

A entrada dos jovens no mercado de trabalho é sempre um ponto de interrogação. Após saírem do ensino médio ou faculdade, nem sempre todos conseguem o emprego dos sonhos e conquistam o trabalho que mais amam.

Trabalhar em um coworking em Belo Horizonte, em uma startup em São Paulo ou até mesmo ir aos Estados Unidos, para ter uma rotina igual aos filmes hollywoodianos, são metas que parecem inalcançáveis. 

Certamente muitos jovens já sonharam com isso, mas viram vários entraves no caminho. No presente artigo vamos mostrar qual a realidade dos jovens no mercado de trabalho brasileiro, levando em consideração os principais desafios e o que pode realmente inseri-los nesse mundo.

Se você ficou interessado no assunto e quer saber mais sobre o tema, continue aqui e acompanhe! Boa leitura.

Qual a relação dos jovens com o mercado de trabalho?

A relação dos jovens com o mercado de trabalho é um pouco injusta no Brasil. Mesmo que eles estejam dispostos a aprender e crescer profissionalmente, poucas empresas dão espaço para pessoas novas e sem atuação prévia. 

O reflexo disso é o aumento de jovens desempregados no Brasil, como mostram pesquisas realizadas pelo IBGE e divulgadas pelo portal de notícias G1. Somente no primeiro trimestre de 2021, o número chegou a 31% de jovens sem emprego no país.

Isso faz com que muitas pessoas saiam do ensino médio ou até mesmo do ensino superior e não consigam nenhum emprego. A expectativa é ainda menor quando se trata da área de atuação de preferência, diminuindo mais o número de jovens empregados.

Quais os desafios dos jovens no mercado de trabalho?

procurando emprego

Os desafios dos jovens no mercado de trabalho são muitos. Além de sofrerem com a falta de um olhar atencioso por parte dos recrutadores, a maioria nem mesmo consegue atuar na área que estão formados.

Esse problema é tão latente, que vemos com recorrência, em programas de televisão, reportagens mostrando jovens que se formaram na faculdade e que agora trabalham com empregos que não têm nenhuma relação com a sua formação.

Mas, além disso, os desafios dos jovens no mercado de trabalho também são:

Ter a primeira experiência

A primeira experiência é sempre o pontapé mais difícil. As empresas buscam pessoas que já tenham atuado em outros negócios e deixam de lado quem está iniciando a sua carreira agora.

Isso faz com que os jovens, mesmo tendo conhecimento suficiente para o cargo, sejam excluídos e se juntem ao número de desempregados no país.

Conseguir vaga na área de atuação

Além disso, um problema que já falamos, e faz parte do mercado de trabalho nos dias de hoje, é conseguir uma vaga na sua área de atuação.

Outra pesquisa, divulgada pelo portal G1, mostra que apenas 15% dos jovens formados conseguem emprego nos primeiros meses de atuação na sua área. 

Essa realidade revela um problema enraizado no país: a falta de confiança por parte das empresas nos jovens recém-formados que desejam trabalhar na sua área de formação. 

É uma perda grande para o Brasil, já que a mão de obra especializada é deixada de lado.

Como a pandemia interferiu na visibilidade dos jovens?

jovem estudando

A pandemia interfere na visibilidade dos jovens, haja vista a instabilidade no número de empregos, como também nos preços, na saúde e em muitas outras áreas. A estimativa é que isso continue por um tempo e que prejudique muitas pessoas.

A dificuldade dos jovens no mercado de trabalho já se disseminava em curtos passos no país, mas a crise gerada pelo vírus da Covid-19 piorou ainda mais esse problema. Pessoas que se formaram durante esse período tiveram mais dificuldade, assim como qualquer outro grupo.

Ademais, algumas empresas possuem o olhar errôneo de que o ensino à distância, gerado pela pandemia, não proporciona o mesmo nível de qualificação do jovem, excluindo-o de conseguir uma nova oportunidade de emprego no mercado.

Como inserir os jovens no mercado?

Para inserir os jovens no mercado de trabalho, o Brasil deve focar em programas que facilitem o acesso ao mercado, tais como estágios, cursos profissionalizantes e projetos trainees. Adotando essas medidas, a inclusão do jovem será atingível.

Essa inserção dos jovens no mercado de trabalho está cada vez mais difícil, mas existem alguns processos que podem ajudá-los a conseguir oportunidades no mercado e assim crescerem profissionalmente.

Veja o que pode fazer diferença na carreira de um jovem:

Estágio

O estágio é o passo inicial para começar a carreira profissional no mercado de trabalho. Mesmo que você esteja em busca de cargos que paguem mais, nos dias de hoje é difícil conseguir emprego sem ter experiência prévia.

Por isso, buscar por programas de estágios é uma forma de iniciar a sua carreira. Uma maneira de ajudar em sua busca é procurar no LinkedIn, em plataformas como Vagas.com ou até mesmo InfoJobs, para ter essa primeira oportunidade.

Cursos profissionalizantes

Os cursos profissionalizantes também são formas de dar o pontapé inicial dos jovens no mercado de trabalho.

Muitos ficam presos às matérias da graduação e esquecem que as empresas trabalham com outras estratégias. Um curso profissionalizante pode ampliar o horizonte dos jovens e assim mostrar como realmente é o mercado de trabalho.

Atualmente as empresas estão focando mais no “saber-fazer” da pessoa do que em seu conhecimento teórico. Os cursos profissionalizantes dão oportunidades aos jovens nessa linha de raciocínio.

Programa trainee

trainee

Nas plataformas LinkedIn, Vagas.com ou InfoJobs, você também pode encontrar programas de trainee, que são excelentes para quem está começando agora no mercado de trabalho.

Além de ser uma oportunidade superior ao estágio, permite também que o jovem profissional desenvolva mais conhecimentos e consiga salários ainda maiores. 

Grandes empresas como Eleva Educação, Movile e Magalu oferecem programas trainee para jovens. 

Conclusão

Mesmo que a realidade dos jovens no mercado de trabalho seja difícil nos dias de hoje, é possível contornar os desafios e conseguir um emprego estável na área de atuação. 

Essa não é uma tarefa fácil e exige que os jovens procurem estágios que estejam de acordo com o que gostam de fazer, cursos profissionalizantes para ajudá-los a se desprender da formação, além de programas trainee.

A inserção no mercado de trabalho é uma tarefa difícil, mas pode ser conquistada aos poucos pelos jovens.

Se você curtiu o assunto e quer saber mais sobre mercado de trabalho, lugares para trabalhar e outros assuntos como esses, continue no blog do SpaceJob!

COMENTE